segunda-feira, 17 de junho de 2013

Recriação da matança do porco

Recriação da Matança do Porco


Chegado o frio (de Novembro a Fevereiro), para evitar as moscas, é a altura de matar o porco. Já escolhido e em jejum, preparam-se as facas, os cutelos e a trapeça. O matador afasta quem tem pena do animal. Para o sangue não coagular muito rápido, dizem!
Num só golpe e em direção à jugular procede-se ao abate do suino.
Começam então as apostas de peso.
Depois de aberto e "limpo", é pendurado para "escorrer".
Ainda se prova a carne, mas é só no dia seguinte que se "desmancha" e come a carne assada.
As medidas sanitárias actuais, que se refletem na produção, abate e transformação, já não permitem que esta tarefa seja feta de forma caseira.
Era um dia de muito trabalho, mas envolto num ambiente de festa e convivio.
Hoje em dia, apenas alguns "carolas" ou para recriação e manutenção da tradição se faz a Matança do Porco em casa.
E foi exactamente isto que fizemos no fim de semana de 21 e 22 de Novembro de 2009.










Sem comentários:

Enviar um comentário